Programando em C++

março 31st, 2015 | Posted by Renata Florence dos Santos in Diversas | Programação
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- 0 Flares ×

A programação em C++ é bem simples e para quem deseja conhecer e fazer alguns programas nesse blog vão algumas dicas que te ajudará a programar em C++.

Linguagem de Programação

Por onde começar?

É sempre importante começar com a instalação da IDE (Interface de programação), no exemplo do blog vamos utilizar a IDE Dev C++, mais você poderá utilizar a IDE que preferir.

Caso não saiba como realizar a instalação ou se precisar do download do programa, basta acessar nosso blog Como instalar o Dev C++ e lá você encontrará um passo a passo da instalação, link para download e link para download do Dev C++ Portátil.

Criando o primeiro arquivo

Para começarmos vamos clicar em Arquivo, opção Novo, opção Arquivo fonte ou é possível utilizar a tecla de atalho CTRL + N, observe a figura 1.

Novo Arquivo

Abrirá uma folha em branco esperando que você inicie sua programação, o grande problema é que quem trabalha com diversas linguagens de programação ou quem nunca utilizou a linguagem C++, geralmente acaba esquecendo como começar, então a primeira coisa a fazer é colocar um bloco de comandos que estará presentes em todos os programas que for criar.

 

Esse bloco de comandos será utilizado em todos os programas que você fizer em linguagem C++.

Agora vamos entender cada linha de código:

# include <iostream>

Essa linha de código importa uma biblioteca que torna possível a entrada e a saída de dados do programa. Caso essa linha não seja inserida não será possível exibir na tela e nem captar dados que o usuário digita, com ela é possível usar os comandos CIN ou COUT.

using namespace std;
Essa linha é para informar que estamos utilizando o espaço padrão STD isso facilita a codificação, pois caso contrário todas as linhas que fossemos utilizar o CIN ou COUT teríamos que colocar na frente STD:: CIN ou STD::COUT. Agora imagine toda vez que precisar utilizar esses comandos ter que colocar repetidamente esse comando, por isso essa linha é tão importante e por isso utilizamos ela em todos os programas.

int main(){}

Esse é o método principal, assim como toda linguagem de programação tem um método que é o principal pois serve para executar seu programa no C++ declaramos o método principal dessa forma, quando compilamos toda programação deve estar dentro dos limites das chaves para ser executada.

Com essas três linhas já temos a base da nossa programação, agora vamos completar entendendo como declarar variáveis e seus tipos.

Variáveis

As variáveis são espaços alocados em memória, capaz de reter a informação que solicitamos, como o próprio nome indica o valor da variável pode ser alterado durante a execução do programa, ela pode começar com um valor e ao logo do programa esse valor ser alterado, esse processo também é conhecido como Subscrever, pois ela tem capacidade de guardar um valor por vez e quando mandamos outro valor automaticamente ela descarta o valor anterior para armazenar o novo valor.

Tipos de dados

Já vimos que as variáveis são espaços na memória, mais elas possuem tipos de dados, o que torna a nossa programação mais eficaz, pois podemos indicar que tipo de dado vamos guardar dentro dela, se é número, número com casas decimais ou inteiro, textos.

Existem diversos tipos de dados, vamos conhecer os mais utilizados, lembrando que o tipo de dado também implica no tamanho.

Exemplos de declarações:

Observe como utilizar essas variáveis, como foi ensinado anteriormente essas declarações devem ser feitas dentro do método das chaves do método main()

 

Comentários

Os comentários são linhas que o compilador não interpreta, geralmente colocamos comentários em um programa para futuramente lembrar o que aquele trecho de código faz, ou para facilitar a manutenção do programa por outro usuário. Os comentários são de suma importância, temos dois tipos de comentários, cada um com sua particularidade.

Comentário //

Esse é o mais comum para se utilizar, geralmente iniciamos a linha com o sinal de duas barras e tudo que for escrito após essas barras na mesma linha ficará comentado e o compilador não executará, lembrando que tem que estar na mesma linha, caso pule para a linha de baixo terá que incluir antes do texto outras barras para que essa linha inteira também vire comentário.

Exemplo: // Todo o texto digitado aqui o compilador não executará.

Comentário /**/

Esse comentário oferece a possibilidade de comentar mais de uma linha, utilizamos ele quando desejamos comentar duas linhas ou mais, para utilizar ele basta digitar a barra e o asterisco, assim que concluir a digitação feche o asterisco e a barra.

Exemplo: /* Aqui poderá ser digitado um texto que ultrapasse a primeira linha pois o compilador não interpretará, mais lembre-se tem que fechar o comentário, caso contrário ele não irá interpretar mais nenhuma linha abaixo */

Como colocar quebra de linha?

Sabemos que o C++ não pula de linha sozinho, quando desejamos exibir um texto divido em duas linhas ou mais devemos utilizar dentro do comando COUT o comando \n fazendo isso ele pulará linha após o \n.

Por que usar ponto e vírgula?

Ao final da maioria das instruções no C++ é necessário utilizar o ponto e vírgula, pois a IDE na hora de compilar (Executar) o programa ela faz a leitura de todas as linhas como se fosse uma só e o que determina o final de uma instrução para o início de outra instrução é o uso do ponto e vírgula, para entendermos melhor o código utilizamos o ENTER para pular de uma linha para a outra, porém a IDE não entende isso e por esse motivo utilizamos o ponto e vírgula;

Dica Nerd: Instruções como exibição na tela, entrada de dados e processamento sempre vão utilizar o ponto e vírgula, nunca esqueça de colocar pois ele dará erro e para achar essa “agulha no palheiro” ás vezes da trabalho!

Criando um programa completo

Agora vamos observar um exemplo de um programa completo com todas as suas linhas comentadas para melhor entendimento.

 

Conclusão

Para programar em C++ não é necessário muito, siga os exemplos acima para declarar variáveis, escrever na tela, pegar o que o usuário digitou e jogar dentro de uma variável, utilizando o exemplo acima pode ser seu ponto de partida para muitos outros programas, basta declarar as variáveis corretamente, realizar o processamento e exibir na tela para o usuário, afinal esse é o ciclo de todo programa.

Espero que esse post tenha sido útil para você, não se esqueça de clicar em curti.

Baixe o código fonte do exemplo utilizado nesse post CLICANDO AQUI.

Caso tenha alguma dúvida, sugestão ou comentário basta escrever ao final desse post.

Até o próximo post!

0

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.